Criar um Site Grtis Fantstico
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Dxa sua opinio
gostaram do site ? em breve ter + coisas !
Sim
mas+o-menos
No
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (121 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Pgina




Historia de Z Pelintra
Historia de Z Pelintra

Resultado de imagem para ze pelintraSua história tem início nos cultos de Catimbó, onde segundo reza a lenda, teria sido um negro forte, exímio capoeirista e grande conhecedor das ervas. Teria ele migrado para o Rio de Janeiro nas primeiras décadas do século XX, juntamente com tantos outros nordestinos e aqui, sua fama cresceu mais ainda. 

Como outros retirantes, foi residir nos morros e transitava pelas áreas mais frequentadas pela malandragem como Estácio, Zona portuária, Gamboa e na Lapa. Amante das prostitutas,  jogador, capoeirista, boêmio e sedutor, rapidamente criou fama e passou a ser respeitado pelos homens, adorado pelas mulheres e perseguido pela polícia. Existem várias versões para sua morte, mas todos são unânimes em dizer que foi morto pelas costas, à traição, posto que pela frente era imbatível. Desencarnado, virou mito e jamais foi esquecido.



Na Umbanda, baixa nos terreiros dentro da linha de Exú. No Catimbó, recebe o título de Rei ou Mestre.

Fumando, dançando, bebendo e encantando, seja em qualquer um destes cultos, Zé Pilintra traz seus ensinamentos, sua sabedoria e malandragem para ajudar aqueles que buscam sua ajuda e proteção. Zé Pilintra é vaidoso, usa sempre um terno de linho branco, chapéu tipo Panamá, gravata vermelha, cravo ou lenço na lapela. 
Sua alegria e irreverência são a tônica em sua incorporação, transformando qualquer gira em uma grande festa, entretanto, que não se enganem aqueles que a estas sessões assistem: em meio à alegria e às brincadeiras e ironias, o seu Zé Pilintra vai realizando sua missão e ajudando seus seguidores e apadrinhando seus protegidos.
O mais importante de tudo isso é que este espírito é um grande e fiel amigo, sempre pronto a nos socorrer. 
Sarava Zé Pilintra! 
Saravá a malandragem!